× Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Márcio Moraes
no leito solidário de uma floresta altiva descansem por favor a minha poesia
Meu Diário
07/07/2015 19h00
Apenas rascunhos: narrativas curtas e médias

No dia 2 de julho deste ano, no auditório do Pré-Vestibular do Colégio Sólido, no Shopping Ibituruna, a escritora e professora doutora Andrea Martins palestrou e lançou o seu livro Apenas rascunhos: narrativas curtas e médias, exclusivamente para os alunos do Terceiro ano do Ensino Médio do Colégio Sólido. O evento contou com a presença de diretores-pedagógicos, professores e funcionários da instituição que contribuíram para a realização deste momento.

 

 

Para abrir esse encontro literário, o professor de Literatura e também escritor Márcio Moraes, coordenador do Evento, fez uma performance poético-musical, intercalando solos de Escaleta com trechos do livro da autora. Com isso, o público foi agraciado com um recital carregado de sensibilidade lírica. Na sequência, o professor fez a apresentação do magistral currículo da escritora, passando-lhe a palavra. Andrea Martins, com muita simpatia, discorreu sobre o seu processo de criação literária, destacando a influência da escrita de roteiros de cinema na produção de seus contos. Abordou também outros recursos presentes no livro, como as particularidades da escrita contemporânea, ressaltando o diálogo entre realidade e ficção. Consciente da proposta intertextual do Programa do Paes 3ª Etapa da Unimontes, a autora ainda propôs uma leitura de seu livro que dialogaria com outras obras indicadas. Em seguida, comentou sobre as principais temáticas presentes nos contos, chamando a atenção para as relações amorosas, muitas vezes frustradas, de seus narradores, precipuamente femininos. Por sua vez, os alunos ouviram toda a palestra atentamente, anotando a fala da autora, cientes da importância da análise proposta para o Vestibular.

 

 

 

 

Ao término da exposição, foi feito o lançamento do livro, com sessão de autógrafos. A apreciação dos alunos do Colégio Sólido foi maciça, tanto que os exemplares disponibilizados pela autora se esgotaram. Em Rede Social, assim se manifestou a autora sobre esta noite: “Não dá pra descrever a emoção de encontrar aquelas dezenas de jovens leitores, ouvindo atentamente um pouco sobre meus rascunhos literários; as palavras carinhosas na hora do autógrafo; as confissões de aspirantes a escritores (e que certamente o serão, porque no final o que nos move é o sonho). É muito bom a gente se sentir valorizada, e foi assim que me senti hoje, no meio daquela turma linda do colégio Sólido” (Andrea Martins, 2 jul. 2015, Facebook).

 

 

 

 

Os desencontros amorosos, o principal tema de Apenas rascunhos, cederam espaço para um encontro amoroso pela literatura memorável e frutífero. O contato entre escritor e leitor sempre propicia experiências ímpares para ambos. E não foi diferente com Andrea Martins e os alunos do Terceiro ano do Colégio Sólido. Ao fim, todos puderam rascunhar no livro de suas vidas mais uma história curta e média, encenando para um filme um roteiro que está sempre por começar.

 

 

Veja as fotos do evento: Clique Aqui!

Leia a resenha do livro: Clique Aqui!

 

 

 

 

 

 

 

Publicado por Márcio Adriano Moraes
em 07/07/2015 às 19h00
 
04/07/2015 09h44
29º Salão Nacional de Poesia Psiu Poético - Rumo aos 30 anos

REGULAMENTO – 29º SALÃO NACIONAL DE POESIA PSIU POÉTICO

TRIPSIU – RUMO AOS 30

 

I. O Grupo de Literatura e Teatro Transa Poética, em parceria com a Prefeitura de Montes Claros-MG, Secretaria de Cultura, Centro Cultural Hermes de Paula UNIMONTES – Universidade Estadual de Montes Claros, Fundação Cultural Genival Tourinho, divulga as inscrições para o 29º Salão Nacional de Poesia Psiu Poético, TRIPSIU – RUMO AOS 30, estarão abertas no período de 01 de julho a 28 de agosto de 2015, no Centro de Educação e Cultura “Dr. Hermes de Paula”.

II. Os interessados poderão inscrever de 01 (um) a 03 (três) poemas, digitados ou trabalhados de forma artesanal, enfatizando o conteúdo do poema. Para as poesias digitais, são exigidas as seguintes regras:

A) O texto deve ser enviado em documento PDF (.pdf) (EM ANEXO, CASO INSCRIÇÃO PELO ENDEREÇO DIGITAL);

B) A fonte do texto é livre;

C) O título de tamanho livre;

E) Deve constar na poesia o nome do autor;

F) Obrigatórios:

1. Nome do autor;
2. Cidade de procedência;
3. Constar: “29° Salão Nacional de Poesia Psiu Poético”;

Observação Importante: Serão alertadas para correção, automaticamente, as poesias que não estiverem dentro dos padrões especificados e as inscritas fora do prazo de inscrição.

III. Também poderão se inscrever para a mostra de poesia visual e arte-postal.

IV. Artistas independentes interessados em participar com performances, recitais, esquetes teatrais, intervenções, palestras, debates, vídeos, filmes, músicas, danças, lançamento de livros, CDs e demais manifestações culturais, poderão se inscrever em formulário online que será publicado e divulgado.

V. Serão considerados inscritos as obras e projetos:

A) postados pelo correio para o endereço: Centro de Educação e Cultura “Dr. Hermes de Paula” – Praça Dr. Chaves, 32 – Centro – Montes Claros/MG – CEP: 39.400-005;

B) entregues pessoalmente no endereço acima referido;

C) enviados via e-mail: inscricaopsiupoetico@hotmail.com (E-mail EXCLUSIVO para INSCRIÇÕES). E-mails com perguntas enviados a este endereço serão desconsiderados.

Observação:

  1. Aos que precisarem de poesias com mais cores (além da tinta preta), devem ser enviadas pelos correios ou entregues pessoalmente, por dificuldades materiais;
  2. Os trabalhos do item IV serão inscritos via formulário online que será publicado;

Informações pelos endereços eletrônicos (psiupoetico@gmail.com)  e (aroldopereirapoeta@yahoo.com.br), ou pelos telefones: (38) 3229-3458 / 3229-3456/ 9112-7011

VI. Não será cobrada nenhuma taxa de inscrição.

VII. Os trabalhos inscritos e selecionados pela coordenação passarão a fazer parte da programação do PSIU POÉTICO 2015, que ocorrerá de 04 de outubro (Dia Municipal da Poesia em Montes Claros/MG, tendo como base as dependências do Centro Cultural Hermes de Paula.

DAS CONDIÇÕES

I. Poderão participar poetas, artistas de qualquer parte do país e do mundo.

II. Os trabalhos inscritos não têm necessariamente que serem inéditos e nem abordarem temas específicos.

III. Impresso ou em CD ou DVD, o material inscrito tem que constar títulos dos trabalhos (caso tenham), nome do autor, endereço completo, telefone, endereço eletrônico e breve currículo.

IV. Nos dias 05 de setembro e 19 de setembro, haverão uma reunião com os inscritos, às 10:00h, no Auditório Cândido Canela, do Centro Cultural Hermes de Paula, para tratar da programação e da coordenação visual do evento que acontecerá em outubro.

V. Todos os itens deverão ser cumpridos para que as obras sejam consideradas inscritas.

DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

O Salão Nacional de Poesia Psiu Poético não é um concurso, nem tem como propósito premiar o primeiro lugar de cada categoria. Seu princípio básico é celebrar a poesia, promover o encontro de poetas, escritores e artistas de todos os lugares, para que possam conhecer e discutir a produção poética contemporânea apresentando o resultado a um público amplo de estudantes, educadores, leitores, e demais pessoas interessadas. Durante a programação a poesia é levada a vários locais da cidade e a cada versão do projeto, seis poetas são homenageados, pelo que vêm contribuindo com a discussão e evolução da arte poética brasileira. O Salão acontece desde 1987, sendo considerado o maior evento do gênero que ocorre no país de que se tem notícia pela imprensa brasileira.

Inscrições além de poesia:

IV. Artistas independentes interessados em participar com performances, recitais, esquetes teatrais, intervenções, palestras, debates, vídeos, filmes, músicas, danças, lançamento de livros, CDs e demais manifestações culturais, poderão se inscrever em formulário online que será publicado e divulgado.

 

Publicado por Márcio Adriano Moraes
em 04/07/2015 às 09h44
 
28/06/2015 22h46
Vestibular da Unimontes 2/2015 - Gabarito Comentado: Grupo 1

Gabarito Comentado do Caderno 63 do Grupo 1 do Vestibular da Unimontes aplicado no dia 28 de junho de 2015. 

 

Questão 13 - C
A (Correta) Sua escrita é sensível, permeada de impressões sensitivas dos lugares que conheceu. Isso é transmitido com muito lirismo e poeticidade. 
B (Correta) Em cada lugar frequentada, a autora se recorda de alguma experiência que teve do lugar, seja através da literatura, seja através de lembranças familiares ou históricas sobre aquele espaço.
C (Incorreta) A escrita de Lygia é sobre o presente e totalmente verossímil, com atenção especial ao outro culturalmente diferente. O mistério não é tema de suas crônicas, mas, sim, dos contos de Guimarães Rosa.
D (Correta) A intertextualidade está presente em várias crônicas, logo no início, a autora dialoga com Guimarães Rosa, lembrando a frase: "Viver é perigoso". 

Questão 14 - C
A (Correta) Ambos escreveram para os jornais, portanto trazem retratos de um cotidiano factual, típico da escrita jornalística das crônicas. A história e a literatura fazem parte de suas escritas, principalmente, aquelas que estão no seu universo subjetivo. 
B (Correta) A memória está o tempo todo presente nos autores. Em Lygia, através de suas lembranças familiares e literárias; em João Caetano, através das recordações de uma Montes Claros de antanho. 
C (Incorreto) Não podemos falar que os textos marcam conquistas de seus protagonistas. Afinal, eles não almejam conquista alguma. São textos subjetivos de um eu narrativo autoral que transmite ao leitor sua impressão do espaço e do tempo em que viveram. 
D (Correto) A metalinguagem é um tema presente em ambos os autores. Ressalta-se a escrita bem elaborada de João Caetano e a escrita sensorial de Lygia. O estilo da crônica, breve e simples, deve cativar o leitor, sem grandes enredos nem com narrativas complexas. 

Questão 15 - A
A (Incorreta) Não há sensatez na cultural moralista em Passaporte. Pelo contrário, os atos da maioria das personagens são individualistas e insensatos, sem medir as consequências trágicas dos mesmos. 
B (Correta) Uma vida marcada por prazeres como o sexo é uma tônica nos minitextos do autor. 
C (Correta) Boa parte das narrativas mostram essa escrita fragmentada, a qual lembra muito a técnica cubista de composição. Frases nominais, períodos curtos, colagens de várias imagens umas sobrepostas às outras.
D (Correta) A liberdade, o desejo, o individualismo são características de uma sociedade moderna, sobre a qual o autor traça várias críticas. 

Questão 16 - B
A (Correta) As cenas voltadas para a percepção peculiar do autor contribuem para essa escrita em forma de diário. 
B (Incorreta) Não há recomendações proibitivas em Passaporte. Os minitextos não devem ser lidos como recomendações, mas como temáticas reflexivas, em sua maioria, ações que devem ser evitadas e não motivadas. 
C (Correta) Com uma escrita rápida, a ideia é a de que o autor vivenciou algo e imediatamente anotou, como se estivesse levando consigo um bloquinho de anotações. 
D (Correta) No subtítulo do livro, lemos "relatos de viagens", o que casa perfeitamente com "crônicas de viagens", pois são, sim, experiências cotidianas a partir de viagens. 

Questão 17 - D
A (Correta) O sobrenome de Maria, Nhinhinha, é composto por três "nh", típicos da pequenez, harmonizando com seu físico e com seus gestos mínimos. 
B (Correta) A descrição do espaço é bem simples como a vida das personagens.
C (Correta) Mediante uma linguagem diferenciada, a protagonista se liga ao místico e ao campo poético.
D (Incorreta) Considerando a leitura do conto, em determinado momento o narrador diz: "E Nhinhinha gostava de mim". Basta este fragmento para excluir o narrador onisciente e imparcial. O faco narrativo é cambiante, o autor ora se apresenta em terceira, ora em primeira pessoa. Se ele fosse onisciente, ele saberia tudo o que se passa na cabeça de Nhinhinha, e só a conhecemos pelo seus gestos. 

Questão 18 - A
A (Incorreta) O autor não é preconceituoso sobre o rito da macumba, ele apenas o descreve, com ironia, sim, mas não com preconceito.
B (Correta) Veem-se frases curtas e nominais, cenas justapostas umas sobre as outras, o que contribue para imagem ritualística da cena. 
C (Correta) A linguagem se comunga com o tema, tanto na proximidade dos objetos usados no rito, quanto na presença de algumas entidades. 
D (Correta) Não há envolvimento do eu narrativo na cena, ele apenas retrata tudo o que vê de longe. Se ele fizesse parte daquele meio, algum traço subjetivo seria notado, o que não se percebe, principalmente na ironia da última frase.

Questão 19 - C
A (Correta) A cada crônica ou instantâneo, vemos um narrador com um olhar plural ante o meio observado. 
B (Correta) A escrita de Lygia e Bonassi se enquandram em estilo e tema com o discurso da contemporaneidade. 
C (Incorreta) As narrativas não são produzidas sob o código da tradição. Em Lygia, a autora opta por uma escrita mais sensível que objetiva de seus relatos, fugindo a tradição das crônicas de viagem. Em Bonassi, suas experimentações linguísticas destorcem completamente a tradicionalidade da escrita convencional. 
D (Correta) O contato com as diferentes culturas, sem dúvida, transformam os olhares dos autores, tornando-os novos sujeitos. 

Questão 20 - A
A (Incorreta) Apesar de ser uma narrativa sobre o passado, as emoções e percepções não se esmaeceram, fato é que a narradora se lembra de detalhes na descrição da filha do dono da livraria, bem como de seus sentimentos de menina da época. 
B (Correta) Esse antagonismo está explícito logo nos dois primeiros períodos do texto; enquanto uma dia o busto enorme, as outras ainda eram achatadas. 
C (Correta) O tratamento da filha do dono da livraria é notoriamente marcado pela frieza e distanciamente em relação às outras meninas. 
D (Correta) A outra menina tinha os livros que as outras gostariam de ler, mas aquela não partilhava, pelo contrário, parecia gostar de ver as meninas sofrerem, como fará com a narradora.

Para ter acesso a prova Clique Aqui!   

Publicado por Márcio Adriano Moraes
em 28/06/2015 às 22h46
 
27/06/2015 19h27
Palestra e Lançamento do livro "Apenas rascunhos: narrativas curtas e médias" com a autora Andrea Martins

Na próxima quinta-feira, dia 2 de julho, o Colégio Sólido será agraciado com Palestra e Lançamento do livro Apenas Rascunhos: narrativas curtas e médias com a autora Andrea Martins. 

O evento será no Sólido Pré-Vestibular, Shopping Ibituruna, a partir das 18h30min.

Os alunos do Terceiro Ano do Colégio terão a oportunidade de ouvir, da própria autora, comentários sobre sua literatura. 

"Apenas Rascunhos" é uma das obras de leitura obrigatória para o PAES 3ª Etapa da Unimontes.

Conheça a obra, adquira o livro: Clique Aqui!

Leia a resenha do livro: Clique Aqui!

 

 

Publicado por Márcio Adriano Moraes
em 27/06/2015 às 19h27
 
27/06/2015 13h22
Processo Seletivo - Megabolsão Pré-Vestibular e Pré-PAES 2/2015

Megabolsão Pré-Vestibular e Pré-PAES 2/2015

As inscrições estão abertas! Leia atentamente os editais publicados abaixo e clique no botão correspondente ao curso para ser redirecionado à página de inscrições.
 

Edital Megabolsão Pré-Vestibular Intensivo Smart Plus, Federal Enem e Pré-Enem


Edital Megabolsão Pré-PAES (1ª e 2ª Etapa)
 

Período de inscrições: 24/06/2015 a 30/07/2015

Taxa de inscrição: R$ 20,00 (até 27/07) e R$ 30,00 (após 27/07)

Data das provas: 02/08/2015

Horário: 8h às 12 horas (Pré-PAES) e 8h às 13 horas (Pré-Vestibular)

Local das provas: Sólido Pré-Vestibular (Ibituruna Center - Av. José Corrêa Machado, 1.079 - Bloco C - 3º Andar)

Mais informações: (38) 3222-4580

Publicado por Márcio Adriano Moraes
em 27/06/2015 às 13h22
Página 34 de 54