Márcio Moraes
"no leito solidário de uma floresta altiva descansem por favor a minha poesia"
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
 
 

 

Márcio Adriano Silva Moraes - Poeta, músico, professor de Literatura, História da Arte, Português e Redação. Natural de Montes Claros-MG. Possui graduação em Letras Português; Especialização em Linguística; Especialização em História, Sociedade; Mestrado em Letras: Estudos Literários; Graduação (em andamento) em Artes Visuais. Poeta homenageado no XXII Salão Nacional de Poesia Psiu Poético (2008).

Membro Efetivo da Academia de Letras Ciências e Artes do São Francisco (ACLECIA). Membro Correspondente da Academia Rotária de Letras, Artes e Cultura de Taubaté (ARLAC).

Escritor premiado em vários Concursos Literários, entre eles 2º Concurso Literário FLIVI/AMLAC (2018), Vinhedo-SP, Crônica premiada: "Continue" (1º lugar); 13º Prêmio Paulo Setúbal de Literatura (2015), Tatuí-SP, Crônia premiada: Uma velhinha (2º lugar); Concurso Literário Icoense (2013), Icó-CE, Poema premiado: Canudos (1º lugar); II CONPOZAGÃO – Concurso de Poesia em Homenagem ao Gonzagão (2013), Cazajeiras-PB, Poema premiado: No Xaxado Lampião Gonzaga e Dominguinhos (2º lugar); I Concurso de Crônicas da Universidade Federal de Uberlândia (2010), Suzano-SP, Crônica premiada: Ler-se(r) (1º Lugar). 

Atualmente é professor na Universidade Estadual de Montes Claros, no Colégio Sólido e Colégio Tiradentes em Montes Claros-MG. Possui livros publicados na categoria de Poesia,  Crônicas e Estudos Literários. O livro de crônicas "Ler-se(r)" foi indicado em primeira lista para o Vestibular Seriado PAES da Unimontes 2018 e também selecionado como leitura obrigatória do Vestibular 1/2018 e 2/2018 do Instituto Federal do Norte de Minas Gerais - IFNMG.     
 

 
OBRAS INDICADAS

UFU 2018/2
 
  1. A metamorfose, de Franz Kafka
  2. Destino: poesia, de Ítalo Moriconi
  3. Felicidade Clandestina, de Clarice Lispector (contos "A legião estrangeira", "Os obedientes", "Os desastres de Sofia", "A criada", "A quinta história", "O primeiro beijo". 
  4. Morte e vida severina, de João Cabral de Melo Neto
  5. O santo e a porca, de Ariano Suassuna
  6. Quincas Borba, de Machado de Assis
  7. Terra Sonâmbula, de Mia Couto 
 
 
____________________________