× Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Márcio Moraes
no leito solidário de uma floresta altiva descansem por favor a minha poesia
Textos

Rotina 2021 - setembro 26

... ler e ouvir e vir à mente... memória de já existir... ali está a referência... intertexto... a arte é teia que se costura... mas é saber ser do outro... a riqueza de reconhecer... aqui está você e grato por ter... do contrário é plágio... coincidência quase perfeita é muito por acaso... há um milhão de anos é assim... nesta vila dos geraes... é tudo que um dia eu sonhei pra mim... (márcio adriano moraes)

Márcio Adriano Moraes
Enviado por Márcio Adriano Moraes em 19/10/2021
Alterado em 19/10/2021
Comentários