× Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Márcio Moraes
no leito solidário de uma floresta altiva descansem por favor a minha poesia
Textos
O Livro

Seguro firmemente em minha mão
A porta de um mistério, dito vida,
Que oferta ao ser humano uma partida
A mundos que seus pés não pisarão.

Descritos no papel seu céu e chão
Espaços, em que a mente, assim sentida,
Engendra personagens para a lida
De enredos com herói e com vilão.

Um livro pode muito quando aberto,
Abrir um peito teso para o amor,
Fechar uma ferida para a dor,

Fazer de um erro passo para o certo.
A porta não tem tranca nem segredo,
O enigma surge ao folhear do dedo.
Márcio Adriano Moraes
Enviado por Márcio Adriano Moraes em 25/04/2021
Comentários