Márcio Moraes
"no leito solidário de uma floresta altiva descansem por favor a minha poesia"
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Meu Diário
25/11/2019 14h57
PAES 2ª Etapa - Comentário das Questões de Literatura

Saudações, alunos que prestaram o Vestibular Seriado da Universidade Estadual de Montes Claros, o PAES. Abaixo seguem as questões de Literatura da 2ª Etapa cobradas na prova e o nosso Gabarito comentado. 

Ressaltamos a coerência das questões e nos sentimos realizados pelo nosso trabalho editorial (Livro-Estudo: Atando as pontas entre amores e dores) e em sala; pois houve total correspondência com nossas análises. 

Agradecemos a confiança. 

abraços genuínos

márcio moraes

 

GABARITO - B 
O item I está correto, pois, apesar de Álvares de Azevedo ser poeta de idealização romântica, este poema traz uma imagem satírica (crítica) do amor, pois traz desconforto ao eu lírico para vivenciá-lo; nota-se a presença de palavras negativas, como no verso: "Dei ao diabo os namoros". 
O item II está incorreto, pois o texto enquadra-se, sim, na estética romântica; diferencia-se no tom por fazer parte da segunda fase da lírica particular de Álvares de Azevedo, conhecida como Caliban.
O item III está correto, pois ao final do poema o eu lírico deixa claro a não concretização do amor com o verso: "amoroso devaneio!". 
Então, estão corretas as afirmativas I e III apenas. 

 

GABARITO - A
A alternativa "A" está incorreta, pois Capitu não é uma personagem submissa nem resignada; pelo contrário, ainda que Bento represente a figura patriarcal masculina, Capitu, nos próprios dizeres do narrador "era mais mulher do que eu era homem". Ela mesma decide pela separação e espera, por formalidades, a confirmação do marido. 

 

GABARITO - C
O item I está correto, pois tanto Bento quanto Paulo procuram, através da escrita, um encontro consigo mesmos para dar sentido a suas vidas. 
O item II está incorreto, porque não há intenções de "montar um conjunto de evidências"; eles apenas partem de suas observações; Bentinho, mais que Paulo Honório, fica "neurôtico" com a "evidência" da semelhança de seu filho com o melhor amigo. O narrador de São Bernardo procura provas de traição de Madalena, mas não consegue provar nada, pois a carta que ele pensava ser para outro homem, na verdade, era para ele mesmo. 
Item III está correto, já que ao fim de sua escrita, Paulo Honório percebe que sua vida foi marcada por inutilidades; vivera de forma tão bruta e gananciosa que não sentiu carinho por ninguém, o que levou a ruína de seu casamento, acarretando sua solidão. 
Logo, apenas a II está incorreta.

 

GABARITO - A
A letra "B" está incorreta, pois há um trecho, em que o próprio Paulo Honório confessa: "Penso em Madalena com insistência. Se fosse possível recomeçarmos ... Para que enganar-me? Se fosse possível recomeçarmos, aconteceria exatamente o que aconteceu".
A letra "C" está incorreta, uma vez que ao fim de sua escrita, Bento Santiago acredita ter sido traído pela sua esposa: "a minha primeira amiga e o meu maior amigo, tão extremosos ambos e tão queridos também, quis o destino que acabassem juntando-se e enganando-me... A terra lhes seja leve!" 
A letra "D" está incorreta, já que Madalena não se muda para outra cidade, lamentavelmente ela suicida. 

 

GABARITO - D
No trecho da letra D, Paulo Honório reconhece o bom coração de Madalena que o sensibilizou; portanto, nessa momento não se percebe a visão de descontentamento do mundo, dos outros nem de si.


Publicado por Márcio Adriano Moraes em 25/11/2019 às 14h57
 
25/11/2019 08h46
PAES 3ª Etapa - Comentário das Questões de Literatura

Saudações, alunos que prestaram o Vestibular Seriado da Universidade Estadual de Montes Claros, o PAES. Abaixo seguem as questões de Literatura da 3ª Etapa cobradas na prova e o nosso Gabarito comentado. 

Ressaltamos a coerência das questões e nos sentimos realizados pelo nosso trabalho editorial (Livro-Estudo: O olhar do outro no íntimo do eu) e em sala; pois houve total correspondência com nossas análises. Destacamos inclusive duas questões que foram praticamente idênticas: a questão 7 e a questão 10. Agradecemos a confiança. 

abraços genuínos

márcio moraes

 

GABARITO - D
O poema de Avelino Araújo é intersemiótico, utilizando-se imagens em vez de palavras para transmitir sua mensagem. São perceptíveis quatro "blocos" que representam os dois quartetos e dois tercetos da composição clássica, soneto. O título "Apartheid" remete a uma realidade histórica esclarecida no item I, o qual está associado ao racismo. Esse ato é tão "insensato", que o poeta não tem palavras para descrevê-lo, por isso a imagem impactante do arame farpado diz por si só o que é a segregação. Assim, todas as afirmações estão corretas. 

 

GABARITO - C
Uma das caracterítiscas percebidas na lírica de Ana Cristina Cesar é a escrita fragmentada que vai de encontro ao próprio propósito poético de retratar o dia. As suas frases aparentemente soltas são como cenas (flashes) do cotidiano. Como se estivesse construindo um mosaico poético, a autora vai encaixando os versos, rompendo com a tradição, misturando gêneros e estilos. O item III é uma negativa do que está dito nos dois anteriores, por isso está errado. Logo apenas a afirmação do item I e II estão corretas. 

 

GABARITO - A
A) Incorreta. O narrador, Philogônio de Castro Maya, apresenta seus pecados em sua confissão-testamento, homem matador, de mortes que não se arrepende; mas ele sente pela morte do Medrado, portanto há, sim, arrependimento. 
B) Correta. Como um homem que tem ciência da proximidade da morte, ele vai tentando justificar seus atos para o seu padre confessor, rememorando sua história de vida. 
C) Correta. O medo da condenção de sua alma faz com que ele escreva sua confissão a um padre, o qual deve lhe redimir de suas faltas, tornando-se o seu herdeiro universal. 
D) Correta. A escrita segue a linha psicológica do enredo, por isso a enunciação se entrecruza com o enunciado, quebrando a sequência cronológica dos fatos, mediante o uso recorrente da metalinguagem. 

 

GABARITO - B
O conto "Os animais" trata de uma importunação sexual dentro de um ônibus, no qual uma mulher é vítima do instinto sexual de um homem. Nesse conto, há uma crítica a vida alienante numa conturbada cidade, em que homens e mulheres são vistos como "bichos-máquinas". O conto que trata da relação homossexual é o "Priapo de ébano".


Publicado por Márcio Adriano Moraes em 25/11/2019 às 08h46
 
11/11/2019 19h09
Livro "Priapo de ébano", de Amelina Chaves disponível digitalmente

Aos alunos que realizarão a prova do PAES 3ª Etapa, a Unimontes disponibilizou no site da CEPS a obra Priapo de ébano, de Amelina Chaves em formato PDF para leitura. 

Clique aqui! para baixar.


Publicado por Márcio Adriano Moraes em 11/11/2019 às 19h09
 
02/11/2019 22h40
Análise das obras do PAES/Unimontes 2019

LIVRO-ESTUDO DO PAES 1ª, 2ª e 3ª ETAPA DO PAES/UNIMONTES


Atenção aluno do 1º, 2º e 3º Ano do Ensino Médio, prepara-se para gabaritar a prova de Literatura do PAES/UNIMONTES 2019.

A PALAVRA-COLÔNIA EM PROSA-VERSO E CENAS: Análise das obras indicadas para o Paes 1ª Etapa/Unimontes 2019.

ATANDO AS PONTAS ENTRE AMORES E DORES: Análise das obras indicadas para o Paes 2ª Etapa/Unimontes 2019

O OLHAR DO OUTRO NO ÍNTIMO DO EU: Análise das obras indicadas para o Paes 3ª Etapa/Unimontes 2019

Nos estudos, o leitor encontrará uma breve biografia dos autores, a contextualização histórica e literária, o enredo comentado, as principais características da obra e reflexões temáticas. Ao final das análises, foram propostas questões para fixação com gabarito comentado.

Cada Livro estará disponível para aquisição por apenas R$20,00 (vinte reais), no Colégio Sólido, Unidade Santa Maria, do lado do Skema Kent: Rua Santa Maria, 286, 3º andar, Todos os Santos (38) 3221-6605.

Para quem não mora em Montes Claros pode adquirir no link: Livros à venda (frete para todo o Brasil: R$2,50). 

Interessados também podem entrar em contato direto com o autor pelo Contato

Estudo de todas as obras indicadas para cada série com questões inéditas propostas e gabarito comentado. 


Publicado por Márcio Adriano Moraes em 02/11/2019 às 22h40
 
06/10/2019 06h23
Festival Psiu Poético movimenta cidade a partir de 4/10 e tem Unimontes como parceira

Por Luiz Ribeiro

Realizado há 33 anos em Montes Claros, o Salão Nacional de Poesia Psiu Poético ganha uma nova denominação na sua edição 2019, que será realizada no período de 4 a 12 de outubro. O evento tornou-se agora um Festival de Arte Contemporânea Psiu Poético, com poesia, literatura e cinema. A Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) é uma das parceiras do Festival, promovido pela Secretaria Municipal de Cultura de Montes Claros.

“A Universidade é a nossa parceira permanente. A ideia é permitir que os professores e alunos possam ter mais acesso à arte e à cultura”, afirma o idealizador e coordenador do Psiu Poético, o poeta Aroldo Pereira. Ele lembra que a proposta também é fomentar o debate e os estudos literários meio acadêmico.

O Psiu Poético é o maior salão de poesias do Brasil. Aroldo Pereira destaca que, na 33ª edição, além da exposição de poesias e poemas no Centro Cultural Hermes de Paula, o evento contará com lançamento e exibições de filmes (curtas e longas) no “Psiu Cinema”, lançamentos de livros e performances musicais. O festival levará a arte e cultura a diferentes espaços da cidade, com acesso gratuito.

PAES NO PSIU

Dentro da programação haverá, ainda, palestras e debates sobre as obras indicadas para o Processo de Avaliação Seriada para o Acesso ao Ensino Superior (PAES), o vestibular seriado da Unimontes. As discussões com abrangência para a 1ª, 2ª e 3ª etapas estão marcadas para os dias 8, 9 e 10 de outubro, no Centro Cultural, sempre às 15 horas.

O ciclo de palestras e debates começa no dia 8, com abordagem das obras da primeira etapa do PAES: “Ubirajara”, de José de Alencar; “História da Província de Santa Cruz”, de Pero de Magalhães Gândavo; “O Guarani”, de Norma Benguell; “Desembarque de Cabral”, de Oscar Pereira da Silva e “Seleção de Obras Poéticas”, de Gregório de Matos. As palestras serão apresentadas por Marina Couto, Auri Tiago e Rennê Flávio Lopes Santos. Também serão realizadas intervenções poéticas por Hérryton Machado Barbosa, Emanuelly Gonçalves e Reh Freitas.

Aroldo Pereira é o idealizador do evento
(Foto: Divulgação)

No dia 9, serão debatidas as obras do PAES/segunda etapa: “Dom Casmurro”, de Machado de Assis; “São Bernardo”, de Graciliano Ramos; “Lira dos Vinte Anos”, de Álvares de Azevedo; “Faltando um Pedaço”, de Djavan; e “Arrufos”, de Belmiro de Almeida. Os palestrantes serão Márcio Morais e Haroldo Prates. Haverá intervenções poéticas Karla Celene Campos, Gilberto Medeiros e Dóris Araújo.

No dia 10, também às 15 horas, serão realizadas palestras sobre as obras da terceira etapa do PAES: “O Mulo”, de Darcy Ribeiro; “A teus pés”, de Ana Cristina César; “Tecnopoesia”, de Antônio Miranda, “Cadernos Negros – Volume 40 – “Contos Afro-Brasileiros”; “Priapo de Ébano”, de Amelina Chaves; e “Diversidade”, de Lenine. As produções serão abordadas pelos palestrantes Pablo Diassi, Rose Daine, Viviane do Vale, Ane Brasilinha e Luciane Mota. Estão previstas intervenções poéticas por Mel Oliva, Enzo Teixeira e Santinha Teixeira.

Ainda nas atividades do Festival Psiu Poético, no dia 12, às 10 horas, no Centro Cultural, será apresentado o espetáculo de teatro infantil “Pianíssimo – A História de um Piano Encantado”. A montagem é dirigida pela professora Mirian Valderez, do curso de Artes/Teatro da Unimontes.

HOMENAGEADOS

Durante o Festival de Arte Contemporânea Psiu Poético serão homenageados seis nomes da poesia e do cinema nacional: Olívia Ikeda, poeta pernambucana que,atualmente, reside em João Pessoa (PB); João Diniz, poeta, arquiteto e músico; Luciana Martins, poeta e escritora maranhense, mestre em literatura pela Universidade de Brasília (UnB) e doutora pela Universidade de São Paulo (USP). Jairo Fará, escritor, cineasta e professor do curso de Jornalismo da Universidade Federal de São João Del Rei (UFSJ).

Uma das homenageadas será Rosani Abou Adal, paulistana, poeta, jornalista e editora do jornal “Linguagem Viva”, que comemora 30 anos de existência.

Também será homenageado no evento o cineasta, ator e produtor cultural montes-clarense Paulo Henrique Veloso Souto, autor do premiado curta “Aníbal, um carroceiro e seus marujos”, que resgata as Festas de Agosto de Montes Claros e será exibido durante o festival. Conhecido como o “rei das pontas”, Paulo Henrique foi o ator que mais fez participações especiais no cinema brasileiro entre os anos de 1970 e 2000.

Fonte: Unimontes


Publicado por Márcio Adriano Moraes em 06/10/2019 às 06h23



Página 2 de 49 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]

Ler-se(r) R$25,00 Rosarium R$10,00 Trovaecia R$20,00
assim alado R$20,00 Enlace R$10,00 Via Crucis R$20,00
Genuíno R$20,00 A palavra-vida de um corpo quedo: uma leitura... R$15,00 O verbo mulher R$20,00
O olhar do outro no íntimo do eu R$20,00 A palavra drama na cor(a)som do infante R$20,00 Atando as pontas entre amores e dores R$20,00
Ceifando vidas e semeando letras R$15,00 A palavra-colônia em prosa-verso e cenas R$20,00 Passaportes: viagens guiadas por Lygia Fagund... R$15,00
O humano insano e as palavras do infante em G... R$15,00 A cor do subúrbio em Clara dos Anjos R$15,00 A cor negra da canção dos anjos R$15,00
Estudo Sólido de Literatura R$15,00 Estudo Sólido de Literatura R$15,00 Trinta anos-luz: poetas celebram 30 anos de P... R$10,00
II Antologia FLIVI / AMLAC 2018 R$15,00 Pedaladas poéticas R$10,00 29º Salão Nacional de Poesia Psiu Poético R$10,00
Os 50 melhores Sonetos do 7º Festival de Sone... R$10,00 5º Prêmio Literário de Poesia Portal Amigos d... R$10,00 XVII Prêmio PMMG de Poesia 2015 R$10,00
Antologia Jubileu de Ouro da Unimontes: prosa... R$10,00 Concurso Gioconda Labecca: Coletânea de Poesi... R$10,00 Prêmio Sesc de Poesias Carlos Drummond de And... R$10,00
Antologia do 21º Psiu Poético: montesclarosci... R$10,00 Antologia do 23º Psiu Poético: a invenção dos... R$10,00 Poetas de uma só Língua R$10,00
Faces Contemporâneas da Poesia Brasileira R$10,00 A Deusa das Letras: Centenário de Nascimento ... R$10,00 Psiu Poético + 25: 26º Salão Nacional de Poes... R$10,00
Psiu Poético 25: 01 Quarto de Século do Salão... R$10,00 Psiu Poético 2010: Cinepoesia R$10,00 Belezas que marcam R$10,00
O companheiro indispensável R$15,00 De todas as cores: 24º Salão Nacional de Poes... R$10,00 Poetas En/Cena 5: uma reunião de poemas de po... R$10,00
Poetas En/Cena 4: uma reunião de poemas de po... R$10,00 Poetas En/Cena 3: Reunião de poemas de poetas... R$10,00 Poetas de todos os cantos II R$10,00
Poetas de todos os cantos I R$10,00